Caos no clima trará mais doenças a metrópoles latinas

mudança climaticaFonte: O Globo

Pesquisa alerta para problemas devido a aumento de temperatura e chuvas no continente

Além de elevar a temperatura, as alterações do clima vão colocar a saúde da população à prova. Na América Latina, ondas de calor podem aumentar a mortalidade de idosos nas próximas décadas. As precipitações multiplicariam a incidência de enfermidades transmitidas por vetores, como malária e leishmaniose, inclusive em metrópoles onde já haviam sido erradicadas. A dengue, um mal comum nos meses mais quentes, teria casos registrados durante o ano inteiro. As localidades sem chuvas, por sua vez, registrariam uma quantidade preocupante de doenças cardiorrespiratórias e asma.

O alerta é da Rede de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Urbanas, um órgão internacional que instalou ontem, na Fiocruz, no Rio, a sua sede latino-americana. Os dados fazem parte de um relatório que será divulgado em dezembro, na Conferência do Clima em Paris.

A Rede mapeou como as mudanças climáticas devem alterar o cenário de cem cidades no mundo. Seu diagnóstico é que a temperatura global pode subir de 1 a 4 graus Celsius. O índice de precipitação pode variar radicalmente, com aumento de até 25% ou redução de aproximadamente 20%, dependendo do centro urbano.

 

Leia a matéria completa em http://oglobo.globo.com/sociedade/sustentabilidade/caos-no-clima-trara-mais-doencas-metropoles-latinas-17769023

 

2 Comentários para "Caos no clima trará mais doenças a metrópoles latinas"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.